Casa Guilherme de Almeida consolida primeiro centro de estudos de tradução literária no Brasil

 Centro não acadêmico tem como uma de suas metas contribuir para a formação de tradutores literários  

 

Considerada uma das principais casas literárias da cidade, a Casa Guilherme de Almeida – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, cultiva desde a sua reinauguração, em 2010, um espaço para a reflexão sobre a arte da tradução literária. O Centro de Estudos de Tradução Literária, criado no museu em referência ao renome de Guilherme de Almeida como tradutor, atua em diversas frentes desse campo de saber, promovendo a reflexão sobre uma atividade artística que muitas vezes passa despercebida.

 

Dentre as diversas atividades realizadas pelo Centro de Estudo está o Programa Formativo para Tradutores Literários, criado em 2013Composto por disciplinas teóricas (teoria e história da tradução) e por atividades práticas (oficinas de tradução de poesia e de prosa) o curso é voltado para todos os interessados em se aprimorar ou se profissionalizar como tradutores literários.

 

Confirmando a sua relevância na área, o Centro de Tradução trabalha em colaboração com diversas instituições acadêmicas e não-acadêmicas brasileiras e estrangeiras, entre as quais o Centro Interdepartamental de Tradução e Terminologia (CITRAT), da Universidade de São Paulo (USP); a Fundação Biblioteca Nacional (FBN), no Rio de Janeiro; a Pós-Graduação em Estudos da Tradução (POET) da Universidade Federal do Ceará (UFC); a Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); o Programa de Estudos da Tradução da USP (Tradusp); a Universidade do Livro, da Editora da Universidade Estadual Paulista (UNESP), a Universidade de Birmingham, no Reino Unido.


Os interessados em se candidatar a vaga do Programa Formativo para Tradutores Literários pode preencher uma ficha disponível no site do museu e enviá-la, juntamente com uma carta de intenção e um currículo, para o e-mail: casaguilhermedealmeira@gmail.com. O programa tem uma taxa única de matricula no valor de R$ 300 (trezentos reais). Alunos de cursos de Letras, tradutores sindicalizados e membros da ABRATES terão 20% de desconto. Serão concedidas cinco bolsas integrais a candidatos que declararem baixa renda por meio de formulário a ser solicitado pelo e-mail da instituição.

 

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA

 

Inaugurada em 1976, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret.

Hoje o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país. Para mais informações acesse o site do museu: http://migre.me/vFQfe


SERVIÇO:

 Programa Formativo para Tradutores Literários

29/3/2017 – Aula inaugural

4/4/2017 – Início das aulas

 

Casa Guilherme de Almeida

Rua Macapá, 187, Pacaembu

(11) 3673-1883 / 3672-1391

De terça a domingo, das 10h às 18h.

Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br


Centro de Estudos de Tradução Literária - Anexo

Rua Cardoso de Almeida, 1943. Tel. 3673-1883.

Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br









[ Voltar ]